Paulo Pastorelo

PAULO PASTORELO é arquiteto e urbanista formado pela FAU/USP e mestre em Estudos Cinematográficos e Audiovisuais pela Universidade de Paris 3 – Sorbonne Nouvelle.

Seu mais recente trabalho foi o documentário “Viva o Cinema !” (2017) que registra o cotidiano de um ateliê “Le Cinéma, cent ans de jeunesse” realizado com alunos do 5º Ano-Manhã da Escola Carlitos em São Paulo, entre outubro de 2014 e junho de 2015.  Le Cinéma, cent ans de jeunesse é um projeto internacional de cinema nas escolas criado e coordenado pela Cinemateca Francesa.

Em 2013, lançou nos cinemas o longa-metragem documentário Tokiori – Dobras do Tempo, uma coprodução internacional entre a Primo Filmes (Brasil), a Comme des Cinémas (França) e a Bitters End (Japão).

Antes, co-dirigiu com João Sodré e Maíra Bühler o premiado Elevado 3.5, documentário selecionado pelo programa DOC-TV III  e produzido pela Primo Filmes, que levou os prêmios de “melhor filme” do júri  e “revelação embaixada francesa” no 12° Festival Internacional de Cinema Documentário É Tudo Verdade 2007.

Entre seus outros projetos, destacam-se “Vale o Homem seus Pertences” (2005), desdobramento de sua pesquisa de Iniciação Científica como bolsista da FAPESP entre 2000-2002, realizado em coprodução com a Sesc TV; “Paisagens da Memória – Vila Nova Cachorrinha” (2010), documentário contemplado pelo “Projeto história dos bairros de São Paulo – 3ª edição”. Paulo também foi assistente de direção e produção executiva do cineasta Rodolfo Nanni no longa-metragem O Retorno, premiado no Festival Cine-PE em 2008 (melhor direção e fotografia).